DANIEL FERREIRA     CRIAÇÃO + PESQUISA
Vera Molnar artista

Pode soar paradoxal, mas a máquina, que é vista como fria e desumana, pode ajudar a realizar o que há de mais subjetivo, inatingível e profundo em um ser humano.
(Vera Molnar, 1998 – fonte; grifo adicionado)

Vera Molnar, nascida em 1924, está entre os artistas pioneiros no uso de algoritmos no processo criativo, juntamente com nomes como Manfred Mohr e Harold Cohen.

Muitos destes artistas atuavam em linguagens tradicionais antes da adoção do computador como ferramenta de trabalho. No caso de Molnar, a artista começou produzindo desenhos e pinturas, aos 12 anos de idade. Com o tempo, passou a se interessar por formas geométricas, adotando uma abordagem mais sistemática às suas produções. Eventualmente, Molnar passou a utilizar o computador no seu trabalho, em 1968 (fonte).

A montagem acima mostra três etapas da evolução no trabalho de Molnar – um autoretrato de 1939 (à esquerda), um desenho mais abstrato de 1954 (centro) e uma produção computacional de 1988 (direita).

Ferramenta ou Linguagem?
O caráter quase algorítmico do seu trabalho, mesmo nas produções anteriores às de Arte Computacional, ilustra bem a discussão a respeito do emprego expressivo do meio digital. Afinal, o computador serve como uma nova forma de expressão artística, ou simplesmente como uma ferramenta que facilita um processo tradicional, realizando de maneira mais rápida e precisa as ideias do artista?

O processo criativo de Molnar sugere que, no caso dela, o computador é visto principalmente como uma ferramenta, que simplesmente realiza as suas ideias (mais sobre este tópico neste post).

Without the aid of a computer, it would not [be] possible to materialize quite so faithfully an image that previously existed only in the artist’s mind.
(fonte:mesma da primeira citação neste post)

As imagens geradas pelos algoritmos passam por uma etapa de análise e seleção, realizada pessoalmente pela própria artista, antes da finalização da obra propriamente dita (fonte).

Transformations (1974)

Transformations (1974)

Site da artista: www.veramolnar.com


See more blogpesquisa.