DANIEL FERREIRA     CRIAÇÃO + PESQUISA
Blog pessoal, temas diversos, atualização intermitente.
Tirinha na Dirty Rotten publicação| 21/04/2015
Publicação em compilação de quadrinhos no Reino Unido

Dirty Rotten Comics

Uma tirinha minha foi publicada na antologia Dirty Rotten Comics #4 – são quase 100 páginas, com mais de 40 artistas.

Minha tirinha original (maior, em cores): facebook | site

Na mídia: Down The Tubes, Broken Frontier.

Compre aqui (UK, £4). Imagens abaixo (clique para aumentar).

  

Why I Am Thankful For Akismet blog| 12/04/2015
And why I have no hope in humanity

[Versão em português ainda não disponível para este post.]

Akismet saves millions of bloggers every day from trillions of spam bizarreness such as:

Now, let me ask you… Do you need your website to be successful to maintain your way of life?

And:

Hurrah! After all I got a webpage from where I know how to actually take valuable information regarding my study and knowledge.

And this beauty:

I never “cut” the cord anymore. I use a burn box and 2 candles and about 1 to 2 hours after the birth I help the parents sever the cord by burning it. Not only does it completely prevent infection of the cord (I work primarily in developing countries) but it is also a very nice ritual – not nearly as abrupt as cutting. It gives us all the time to realized what is happening – the baby being severed from its internal mother and now transitioning into this place. It’s really quite lovely.

More after the break. By the way, I didn’t even have to search too much to find these. They were all in page 1 of 1000 from my Spam inbox.

  

The Sculptor (Scott McCloud) review| 07/03/2015
Some thoughts (and failed expectations) about Mc☁'s latest book

The Sculptor (Scott McCloud)

[Versão em português ainda não disponível para este post.]

The Sculptor (Scott McCloud, 2015) is a very good graphic novel (and also a very big book), with many interesting themes, careful artwork, superb character development and world building and… well, many clichés.

In this post I present some of my (mixed) opinions about the book, as well as my (non-mixed) admiration of McCloud’s work. So, beware many spoilers, personal opinions, criticism and praise!

  

The Kingdom of Dreams and Madness blog| 21/02/2015
Creative Process, Life, Passion and Silliness

The Kingdom of Dreams and Madness (Mami Sunada, 2014)

[Versão em português ainda não disponível para este post.]

I selected some images and quotes from this fantastic documentary on Hayao Miyazaki and Studio Ghibli, by Mami Sunada (2014) – click image above, or here (new tab).

  

Recapitulando 2014 meta| 02/01/2015

Thumb Retrospectiva 2014

Recapitulando minhas principais produções e projetos de 2014.

  

Uma Breve História dos Gráficos análise| 02/12/2014
Análise de uma série em vídeo sobre gráficos de videogame

A Brief History of Graphics

Uma Breve História dos Gráficos (em inglês, “A Brief History of Graphics“) é uma série de video em cinco partes sobre gráficos em videogames (o link leva para a playlist no youtube – vídeos em inglês). Os vídeos são muito bem produzidos por Stuart Brown, com muitos exemplos de jogos e diferentes tecnologias. Eles são curtos e acessíveis, mesmo para quem não joga videogame, mas se interessa pelo assunto.

Embora no geral as informações apresentadas na série parecem estar corretas, algumas partes são problemáticas. Leia o post completo para a minha análise.

  

O Que é Um “Album App”? análise| 24/07/2014
Ou: a diferença entre os "apps" Sonata Brasileira e Biophilia

Sonata Brasileira / Biophilia

Recentemente foi lançado um novo aplicativo chamado Sonata Brasileira, com músicas do pianista Antonio Vaz. O artista declara que a inspiração para o trabalho veio do álbum digital Biophilia (Björk, 2010). Neste post trato brevemente sobre a diferença fundamental entre estas duas produções, na forma como empregam o meio digital.

  

Computer blog| 30/01/2014
Just something to do "before getting married"

Computer (fonte: wikipedia)Computer (fonte: wikipedia)

[Versão em português ainda não disponível para este post.]

Here is a fun (albeit slightly sexist) anecdote about “early computers”:

As N. Katherine Hayles writes in the prologue to My Mother Was a Computer (Hayles, 2005): “in the 1930s and 1940s, people who were employed to do calculations — and it was predominantly women who performed this clerical labor — were called ‘computers.’ (…)”

More after the jump!

  

Doom: 20 Anos nerd| 10/12/2013

Hoje o clássico jogo Doom (Id Software) faz 10 20 anos (pelo menos é o que diz a wikipedia). Celebrarei a ocasião postando algumas das fases que eu criei na época (nerd alert!). Clique acima pra ver (17 imagens).

  

Paulo Leminski poesia| 16/09/2013

“Aos dezessete anos todo mundo é poeta. (…) Ser poeta aos dezessete anos é fácil. Eu quero ver alguém continuar acreditando em poesia aos vinte e dois anos, aos vinte e cinco anos (…) aos sessenta anos.”

Muito tempo atrás uma amiga me mandou este vídeo do Paulo Leminski, que eu enrolei pra assistir. Não sou muito de ler poesia, mas minha amiga sabe que gosto da poesia, e que eu iria gostar das palavras do Leminsky. Leia o post completo para mais alguns trechos que gostei do vídeo.

Update: adicionei aqui mais uma caralhada de poesias que eu achei legais da compilação pop recém-lançada Toda Poesia (2013).

  

Sofá Equilibrista arte| 13/08/2013
Uma Metáfora Cinética Sobre o Risco nas Relações Sociais

O “sofá equilibrista” é uma das primeiras coisas que o visitante do FILE 2013 vê quando entra na exposição. A instalação, chamada Balance From Within (Jacob Tonski, 2012), consiste em um sofá antigo equilibrado em apenas um dos pés (o link leva para o site do artista, onde há um vídeo da obra).

Embora possa não parecer à primeira vista, talvez esta seja uma das coisas mais legais no FILE em muitos anos. Principalmente porque foge da armadilha da “interatividade”, que tanto atrai visitantes (e curadores; e artistas).

  

Will Wright on Time quote| 11/06/2013

[Versão em português ainda não disponível para este post.]

Will Wright is a game designer, creator of the popular série The Sims, in which the player controls “virtual people” in their “virtual lifes”. In explaining his motivations on creating the game, Wright makes a reflection about time.

One of the biggest things that I wanted to show [with The Sims] was how, basically, the real resource everybody has in life is time. You can convert time to a lot of other things – you can convert it into money, objects, and friends – but how you choose to spend your time is how you’re playing the game of life. That’s the one thing that you don’t get more of, really. (…) It’s just interesting when you sit back and think about how you choose to spend every minute of your day.

Quote from Unit Operations (Ian Bogost, 2006; page 88), originally from an interview on Gamasutra (John MacLean-Foreman,2001).

  

Will Wright Sobre o Tempo reflexão

Will Wright é designer de jogos, criador da popular série The Sims, na qual o jogador controla “pessoas virtuais” em suas “vidas virtuais”. Ao falar sobre suas motivações por trás da criação do jogo, Wright lança uma reflexão sobre o tempo.

One of the biggest things that I wanted to show [with The Sims] was how, basically, the real resource everybody has in life is time. You can convert time to a lot of other things – you can convert it into money, objects, and friends – but how you choose to spend your time is how you’re playing the game of life. That’s the one thing that you don’t get more of, really. (…) It’s just interesting when you sit back and think about how you choose to spend every minute of your day.

Citação obtida em Unit Operations (Ian Bogost, 2006; pág 88), originalmente de uma entrevista no Gamasutra (John MacLean-Foreman, 2001).

  

Novo Velho Site meta| 26/05/2013

Post rápido só para registrar que mudei um pouco a estrututra/visual do site, principalmente para:

  1. Incluir a categoria “pesquisa
  2. Redefinir a hierarquia entre categorias
  3. Simplificar a navegação

Mais detalhes no resto do post!

      

    Form+Code resenha| 15/03/2013

    How has software affected the visual arts?
    What is the potential for software within the visual arts?
    As a designer or artist, why would I want or need to write software?

    Form+Code: in Design, Art and Architecture (Casey Reas, Chandler McWilliams e LUST, 2010) é uma boa introdução para iniciantes na área definida pela interseção entre arte e software (ou programação de computadores).

    O livro também traz idéias e reflexões que podem interessar mesmo aos leitores mais experientes na área.

      

    The Train (The Lux): clipe clipe| 09/03/2013

    Minha ex-banda The Lux ganhou um excelente clipe para a música The Train! A animação é de Rafael Marquetto, Gabriel Duarte e Marcio Freitas. Assista aqui.

      




    Últimos tweets:


    Links
    - Adriana Ramalho
    - Animar Estúdio
    - Bar do Zé
    - Cris Delfina
    - Digs
    - Galembeck
    - Lucas
    - Thaíse
    - Radiare
    - Del-o-Max
    - Andrei Thomaz
    - Bueno Diaz
    - Fábio Fon
    - Pedro Ferreira
    (mais em breve!)
    - Site sempre atualizado.
    - Me avise se algo quebrar.

    - Internet Explorer.

    Créditos/Credits:
    Daniel Ferreira
    (exceto quando notado/
    except when noted)